terça-feira, 28 de novembro de 2006

Cá estou eu

Sim cá estou então, o quarto coração a sentir e a partilhar. Adorei o convite que os meus afilhados fizeram. Interessante os laços de amizade que se pode criar, acredito que deixaram de o ser virtuais.
Aprendi um segredo com uma raposa um dia enquanto relia o romance do Principezinho e ela dizia: "Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos..." O essecial da nossa vida reside em tudo aquilo que não vemos e não sentimos ao tacto, apenas recebemos, damos e sentims o que é essencial à nossa vida. Uma palavra, um gesto, um sinal, um sentimento, uma entrega. O amor, a amizade...

4 comentários:

elsa nyny disse...

Padrinho!!!

Lindo!! Lindo!!!
Obrigado pelo teu coração!!!

beijinhos!
:))

david santos disse...

Olá!
É verdade. O amor. Aquele amor natural, de que não precisamos de esforço para o conseguir. Aliás, o amor com esforço é hipocrísia.
Tem que ser um sentimento do qual nós próprios não nos venhamos a aperceber. O tal amor natural. Este só se consegue, desde que nos saibamos abstrair do ódio. Arrumando este, temos amor pela certa.
Parabéns e muito obrigado pelo texto.

Pe. Vítor Magalhães disse...

Gosto muito do livro o Princepezinho, boa reflexão!

Conceição Bernardino disse...

Olá,
Para além de vir desejar um ANO NOVO COM MUITO AMOR...
Quero também dizer o quanto você é importante para mim
Aceite este gesto de carinho como prova da minha sincera amizade...
Beijinhos
Conceição Bernardino

Meus blogs http://amanhecer-poesia.blogspot.com

http://sentidos-visuais.blogspot.com




Anúncio gratuito...


PRECISA-SE URGENTEMENTE,
De um pouco de carinho, afecto
De preencher este espaço vazio,
Que o meu coração aluga de bom gosto
A quem lhe queira dar um gesto de conforto
De uma palavra, qualquer
Que se desfaça no meu ouvido
Preciso apenas...
De um amigo!


Conceição Bernardino